O Instituto Compliance Brasil tem como objetivo primário propiciar a difusão de informações adequadas, didáticas e de fácil acesso a todos os setores da sociedade, com fluidez e capilaridade, atendendo ao princípio de multidisciplinaridade inerente à matéria.

____________________________________________________

NORMAS PARA PUBLICAÇÃO PELO INSTITUTO COMPLIANCE BRASIL

  1. O Instituto Compliance Brasil (ICB) tem por linha editorial o conjunto de objetivos e ideais declarados em seu endereço eletrônico: http://compliancebrasil.org/instituto/. O ICB prezará pelo debate inclusivo e democrático de assuntos relativos ao compliance que repercutem no tratamento acadêmico e profissional do tema.
  1. O trabalhos deverão ser enviados exclusivamente para o e-mail contato@compliancebrasil.orgO assunto do e-mail deverá ser iniciado pela palavra “publicação” seguida do título do trabalho.
  1. Os textos encaminhados serão publicados na página do Instituto Compliance Brasil na internet, ou, a critério da comissão responsável, em eventuais periódicos editados pelo ICB.
  1. O envio de conteúdo para publicação de trabalhos pelo ICB implica na aceitação dos termos e condições expostos na presente norma editorial.

Da formatação

  1. Na elaboração de trabalhos recomenda-se a utilização de processador de texto Microsoft Word.
  1. Os trabalhos deverão apresentar:
  • No caso de artigos acadêmicos ou resenha:

a) Título, nome do autor (ou autores) e, no máximo, as 03 principais atividades exercidas, tais quais informações referentes à situação acadêmica, títulos e instituições às quais pertença fica a critério do autor;

b) Sumário,

c) Cinco palavras-chave;

d) Bibliografia no final do texto.

  • No caso de publicação de notícias: Título, nome do autor (ou autores), identificação da origem da publicação (na hipótese de reprodução).
  • O ICB não incluirá junto à identificação do autor dados referentes às empresas ou atividades privadas a ele relacionadas.
  1. Os trabalhos deverão seguir a seguinte formatação: os parágrafos devem ser justificados. Não devem ser usados recuos, deslocamentos, nem espaçamentos antes ou depois. Não se deve utilizar o tabulador para determinar os parágrafos. Como fonte, usar a Times New Roman, corpo 12. Os parágrafos devem ter entrelinha 1,5; as margens superior e inferior 2,5 cm e as laterais 2,5 cm.
  1. As notas de rodapé deverão ser apostas no final de cada página, seguindo-se as normas da ABNT (NBR 10520/2002) para citações e referências bibliográficas.
  1. Todo destaque que se queira dar ao texto deve ser feito com o uso de itálico ou negrito. Jamais deve ser usada a sublinha.
  2. Os trabalhos deverão ser escritos em português.
  3. Todos os trabalhos encaminhados deverão respeitar os limites de páginas estabelecidas:

a) ARTIGOS: até 15 páginas.

b) NOTÍCIAS: até 05 páginas.

c) RESENHAS ou TEXTOS DE OPINIÃO: até 10 páginas.

Da avaliação

  1. A seleçãode textos para publicação é de competência da Comissão de Estudos do ICB. Referida comissão encaminhará o trabalho para análise por membro do ICB, que não terá acesso à identidade do autor, de modo a garantir a imparcialidade e a independência na análise dos trabalhos submetidos ao ICB. Eventualmente, os trabalhos de cunho acadêmico poderão ser devolvidos ao Autor com sugestões de caráter científico que, caso as aceite, poderá adaptá-los e reencaminhá-los para nova análise. Não será informada a identidade do membro do ICB responsável pela análise do conteúdo.

Dos direitos autorais

  1. Não serão devidos direitos autorais ou qualquer remuneração, a qualquer título, pela publicação dos trabalhos.

Das disposições finais

  1. O Instituto Compliance Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos textos publicados, que são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente as opiniões do ICB.
  2. O ICB publicará em sua página na internet trabalhos veiculados anteriormente em outros canais, desde que devidamente identificada a reprodução. Em materiais diversos editados pelo ICB serão publicados apenas trabalhos inéditos.
  3. Os trabalhos que não atenderem a qualquer uma das normas de publicação serão desde logo devolvidos aos autores, que poderão reenviá-los, após efetuarem as modificações necessárias. O ICB não se responsabilizará por realizar qualquer complemento nos trabalhos, tais como inserção de sumário, resumo ou palavras-chave, que ficam à elaboração exclusiva do autor.
    1. Demais dúvidas serão dirimidas pela Comissão de Estudos do Instituto Compliance Brasil

     

 

 

Instituto Compliance Brasil