Ainda não há comentários

Blatter é suspenso provisoriamente da Fifa por 90 dias

rtr4yjc1-1-736x414

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, foi suspenso provisoriamente da entidade máxima do futebol por 90 dias pelo Comitê de Ética, nesta quarta-feira.

De acordo com Klaus Stoehlker, conselheiro do suíço, à Sky Sports, a decisão acontece enquanto o dirigente suíço é investigado por má administração e apropriação indébita pela Justiça suíça. A BBC também noticiou o afastamento provisório.
O advogado descreveu esse como um veredicto “pendente” e afirmou que até agora não há uma conclusão negativa contra seu ex-cliente.

“O que nós sabemos é que foi dito ao presidente Blatter que ele poderia ser suspenso por 90 dias. O Comitê de Ética não tomou qualquer decisão-chave, eles estão esperando por mais investigações. Não há culpa impugnada”, falou Stoehlker.

O Comitê de Ética da Fifa está reunido desde o início da semana em Zurique (Suíça) e deve explicar a suspensão na próxima sexta-feira. Michel Platini e Chung Moon-Joon, candidatos à presidência da entidade no lugar de Blatter, também podem ser punidos.

A suspensão provisória de 90 dias é a mais pesada que o Comitê de Ética pode aplicar enquanto há uma investigação dentro da Fifa em andamento. Hans Joachim Eckert, o presidente desta câmara, é quem ratificará ou não a decisão dos colegiados provavelmente na próxima sexta-feira.

O anúncio acontece horas depois de o próprio mandatário chamar de “ultrajante” as acusações contra ele por parte da Promotoria Geral suíça.

Blatter, 79 anos, é investigado por dois acordos, um com Jack Warner, ex-presidente da Concacaf, pela venda dos direitos de TV da Copa do Mundo de 2006; e outro com Platini pela consultoria do ex-jogador francês em seu primeiro mandato (1998 a 2002).

Vários patrocinadores de longa data da Fifa (Coca-Cola, McDonald’s e Visa) pediram a saída imediata de Blatter, mas o homem-forte do futebol mundial afirmou que só deixará a Fifa na eleição de 26 de fevereiro do ano que vem.

Entenda o caso

A Promotoria Geral da Suíça suspeita que em 12 de setembro de 2005 Joseph Blatter assinou contrato com a federação caribenha (CFU) – à época em que Jack Warner, envolvido no escândalo da Fifa deflagrado pela Justiça dos EUA, era seu presidente – que não era favorável para a entidade máxima do futebol: “Além disso, existe uma suspeita de que, quando o acordo foi executado, Blatter também violou seus deveres de confiança e agiu contra interesses da Fifa e/ou do marketing da Fifa e da TV AG.”

Sobre Michel Platini, a acusação é a de que o presidente da Fifa fez um pagamento em fevereiro de 2011 de 2 milhões de francos suíços (R$ 8,1 milhões em valores atuais) ao presidente da Uefa em detrimento da Fifa por causa de um trabalho supostamente realizado entre janeiro de 1999 e junho de 2002″.

Publicado pelo site ESPN, em 07/10/2015

Publicar um comentário